Aceitando um convite para revisar

Os editores o convidam para revisar, pois acreditam que você é um especialista em determinada área. Eles fazem esse julgamento com base no seu histórico anterior de publicações ou pôsteres ou sessões com as quais você tenha contribuído em conferências. Você irá constatar que o número de convites para revisar aumenta à medida que você progride em sua carreira.

Existem várias perguntas a serem consideradas antes que você aceite um convite para revisar um artigo.

  1. Você é qualificado? O editor lhe pediu para revisar o artigo porque ele ou ela acredita que você esteja familiarizado com o tema ou método de pesquisa específico utilizado no artigo. Normalmente, não haverá problemas se você puder revisar alguns, mas não todos os aspectos de um artigo. Por exemplo, se o estudo se concentra em um determinado processo fisiológico em um modelo animal em que você tenha conduzido sua pesquisa, mas usa uma técnica que você nunca tenha utilizado. Nesse caso, simplesmente revise as partes do artigo que estão em sua área de especialização e diga ao editor quais partes você não pode revisar. No entanto, se o artigo estiver muito longe de sua área, você deve se recusar a revisá-lo.
  2. Você tem tempo? Se souber que não conseguirá revisar o artigo dentro do prazo, você não deve aceitar o convite. Enviar uma revisão muito além do prazo atrasará o processo de publicação e frustrará o editor e os autores. Lembre-se de que a revisão de artigos, assim como a pesquisa e o ensino, é uma contribuição valiosa para a ciência, e vale a pena dedicar tempo para isso sempre que possível.
  3. Existem potenciais conflitos de interesses? Você deve avaliar o artigo da maneira mais justa e objetiva possível. Potenciais conflitos de interesses incluem:

a. Os resultados reportados podem fazer com que você ganhe ou perca dinheiro, por exemplo, se os autores estiverem desenvolvendo uma droga que poderia competir com outra com a qual você está trabalhando.

b. O artigo envolve uma questão controversa sobre a qual você tem uma opinião forte (seja concordando ou discordando dos autores).
c. Você tem fortes sentimentos positivos ou negativos sobre um dos autores, por exemplo, um ex-professor por quem você tem grande admiração.
d. Você publicou artigos ou colaborou com um dos coautores nos últimos anos.


Se você não tiver certeza se tem um conflito de interesses, discuta sua situação com o editor.Além de evitar conflitos de interesses, existem várias outras orientações éticas a se ter em mente enquanto você revisa o artigo. Artigos sob revisão são altamente confidenciais, então você não deve discutir o artigo – ou mesmo mencionar sua existência –  com outras pessoas. Uma exceção é quando você deseja consultar um colega a respeito de sua revisão; neste caso, você precisará pedir a permissão do editor. Normalmente não há problemas em pedir a um de seus alunos ou pós-docs para ajudá-lo com a revisão. No entanto, você deve avisar ao editor que está sendo ajudado e falar para seu assistente sobre a necessidade de confidencialidade. Em alguns casos, quando o periódico trabalhar com uma política de revisão por pares aberta, o editor poderá permitir que o estudante ou pós-doc assine o relatório com você, caso eles queiram.

É muito antiético utilizar informações contidas no artigo para tomar decisões de negócios, como comprar ou vender ações. Além disso, você nunca deve plagiar o conteúdo ou as ideias contidas no artigo.